23 de mai de 2011 | 15:01 | 1 Comentários

Sexo Oral

Faz tempo que não dou nenhuma dica pra vocês né? Então hoje vou tratar de mudar isso. Vamos falar de sexo oral.


Quem nunca recebeu um sexo oral mal feito levanta a mão...

É meninas, não é porque você é lésbica, que nasceu com uma língua de ouro infelizmente.
Muitos pensam que o oral é o ápice da relação sexual lésbica, porém isso é um mito, pois muitas mulheres não gostam ou não atingem o orgasmo com ele. Muitas meninas lésbicas são adeptas do tribadismo (falarei sobre isso em um post futuro) e é com a prática dele que elas atingem o orgasmo ou até mesmo com a penetração. É verdade também que muitas das meninas que dizem não gostar de receber o sexo oral, tiveram parceiras que não o fizeram direito, deixando essa impressão do ato ser ruim.

Então vamos as dicas:

- Para quem irá receber
• Higiene: Mantenha a depilação em dia. Porém, se você tem alergia, ou simplesmente gosta de manter uns pêlinhos, ao menos dê uma aparada (vamos ser realistas, pentelho na boca é meio broxante ou no mínimo incômodo).

• Não use: Desodorantes íntimos (para quem não sabe, existem desodorantes para as partes íntimas femininas), absorventes perfumados (aqueles do dia-a-dia). Só lavem bem com o sabonete. Não façam a menina ter a sensação de estar lambendo o líquido do bom ar.

• Relaxe: É aquela velha história de “relaxe e goze”, não adianta ficar pensando nos barulhos que o seu corpo pode fazer ou até mesmo pensar no que ela está pensando (garanto que ela só está pensando o quanto você é gostosa).

- Para quem irá fazer
• Calma: Oral também requer preliminar, não é só chegar e ir chupando. Faça um suspense. É sempre bom percorrer toda a extensão do corpo dela com sua língua, alternando entre beijos, lambidas e mordidas (se for uma rapidinha, é outra história).

• O que fazer com a língua: Deixe a língua mole e o mais úmida possível, não é pra babar em excesso e nem cuspir (não é filme pornô). Chegou a hora de pôr em prática o que você aprendeu nas aulas de geometria, fazendo círculos, oitos, com sua língua. Os dedos podem ajudar, abrindo caminho para sua língua.

• Ritmo: Comece devagar, com lambidas de leve, aumente o ritmo e vá sentindo a movimentação dela, quando achar o ritmo certo o mantenha sempre, mesmo quando perceber que ela está prestes a gozar.

• Lubrificação: Se você tiver seguido os primeiros passos direitinho não irá precisar se preocupar com isso, pois nós meninas temos uma lubrificação vaginal muito eficiente quando estamos excitadas, e quanto mais excitadas mais molhadas ficamos.

• O que não fazer: Não morda, puxe ou mastigue não é chiclete porra.

• Importante: Depois de gozar, a região fica extremamente sensível. Por tanto, não cesse os movimentos de uma vez, mas vá diminuindo o ritmo e a pressão até parar. Um beijo final delicado pode ser uma boa pedida!(isso vale para a penetração com os dedos, ou com qualquer tipo de objeto).

Espero que as dicas ajudem. Para aquelas que ainda têm alguma dúvida ou pergunta sobre o assunto, deixe um comentário que ficarei feliz em responder, ou mande um e-mail para a gente através do e-mail: asentendidas@hotmail.com .

Enviem suas sugestões de dicas através do e-mail asentendidas@hotmail.com ou via DM pelo Twitter.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...